Ferrovial Serviços participou na apresentação dos pilotos da Vertical Mobility do Smart Open Lisboa 3.0

Museu da Carris, em Lisboa, foi palco da apresentação dos 15 projetos piloto da SOL.
Ferrovial Serviços participou na apresentação dos pilotos da Vertical Mobility do Smart Open Lisboa 3.0
2018-11-17
-

Dia 15 de Novembro, no Museu da Carris, em Lisboa, decorreu o Demo Day dos 15 pilotos desenvolvidos na 3ª edição do Smart Open Lisboa, três dos quais são liderados pela Ferrovial Serviços Cardio-ID, Eccocar e E-Floater.

O Smart Open Lisboa é um programa de implementação de propostas de start-ups promovido pela Câmara Municipal de Lisboa, com o alto patrocínio do Vice-Presidente da Autarquia, Duarte Cordeiro, através do Departamento de Economia e Inovação e organizado pela Beta-i, que nesta edição assenta em 3 Verticais: Mobility, Housing e Tourism.

A edição do Vertical Mobility, que decorreu entre Abril e Novembro deste ano, contou com a participação de uma equipa da Ferrovial que envolveu o Departamento de Inovação da Ferrovial, o Centro de Excelência para Cidades da Ferrovial Servicios e vários Departamentos da Ferrovial Serviços, que das 12 start-ups selecionou 3 projetos piloto.

O Cardio-ID (start-up portuguesa) tem como foco a segurança dos condutores, através da instalação de um ADAS (Advanced Driver-Assistance Systems) em veículos da frota da FS e de um sistema de monitorização do ritmo cardíaco dos condutores integrado nos volantes, com alarmística. Este projeto foi selecionado por apresentar uma solução com um elevado potencial, não só na prioridade estratégica da Ferrovial de Zero Acidentes, mas também pelos sistemas que auxiliam a desenvolver comportamentos de condução mais segura, ecológica e económica. Teve início em Outubro e desenvolver-se-á durante 6 meses.

O Eccocar (start-up espanhola) é uma solução de mobilidade partilhada através de um modelo de "car-sharing corporativo”, que envolve 10 veículos ligeiros da frota da FS, nos quais se está a testar a tecnologia e aplicação, bem como a aceitação deste conceito entre os utilizadores. Também se pretende testar desenvolvimentos à aplicação para incorporar o car-pooling (partilha do mesmo veículo por vários colaboradores que farão a mesma viagem). Este piloto iniciou em Outubro e desenvolver-se-á durante 4 meses.
Veja o vídeo aqui.

O E-Floater (start-up alemã) propõe uma solução de partilha de trotinetes elétricas para resolver a ligação entre o Metro de Carnide/Polo da Quinta do Bom Nome da Universidade Europeia e o Polo Tecnológico de lisboa - Lispolis. É diferenciador pelo seu design, com 3 rodas ao invés de duas o que lhe confere maior estabilidade, e pelo próprio modelo de operação. O projeto Z-Floating, terá início em Dezembro e estará disponível ao público no Campus da Lispolis e na Universidade Europeia.
Veja o vídeo aqui.

Estes 3 pilotos foram apresentados na sessão pública do Demo Day, que contou com a abertura do Diretor do Departamento de Economia e Inovação da Câmara Municipal de Lisboa, Paulo Carvalho, e pelo Vereador de Mobilidade, Miguel Gaspar.

Veja o vídeo do Demo Day aqui.